Em meio à seca e à covid, confira dicas para o uso consciente da água

Publicado em 28/09/2020
Imagem: Sebastian_Studio, de envatoelements
Imagem: Sebastian_Studio, de envatoelements

Este ano, o Distrito Federal enfrentou um dos períodos mais longos de seca da sua história. Foram mais de 115 dias sem chuvas. Neste período de altas temperaturas e umidade abaixo dos 20% por vários dias, a água é um alento para a população. Mas isso não significa, de maneira nenhuma, que você pode desperdiçá-la.

O uso consciente desse importante recurso vai garantir que você o tenha sempre que precisar e não sofra com racionamentos, como aquele que assustou a capital entre 2017 e 2018. Por isso, a Agência Reguladora de Águas, Energia e Saneamento Básico do Distrito Federal (Adasa) lança a campanha de conscientização “Cada gota importa”.

Ainda mais agora, em tempos de pandemia, a água é recurso indispensável. Se, em dias normais, ela tem um papel fundamental na vida de todos, é neste momento sensível que se torna ainda mais essencial. Ter água na torneira pode, inclusive, salvar vidas. Sem ela, não dá para lavar seus alimentos, suas roupas e mesmo você, quando chega da rua e precisa garantir que não há coronavírus na sua pele.

Voltemos a 2017 e 2018. Naquela ocasião, todo mundo aprendeu a tomar banhos rápidos, não lavar calçadas e veículos com mangueira, usar o regador para molhar as plantas. Mas a gente sabe que o ser humano tem memória curta, certo? Então, não custa refrescá-la: esses foram os anos em que o DF enfrentou a pior crise hídrica de sua história, com racionamentos programados. O brasiliense ficou pelo menos um dia sem água por semana durante 1 ano e 5 meses.

Ninguém quer ver isso voltar a acontecer, né? Então, vamos a exemplos de como é possível reduzir o consumo de água, a começar pelo banho. Se você demora 10 minutos debaixo do chuveiro, gasta em torno de 90 a 180 litros de água limpa. Metade do tempo, metade do gasto.

Quando você escova os dentes, deixa a torneira aberta? Se a resposta for sim, saiba que você gasta até 25 litros de água, o equivalente a três escovações. Mudando esse hábito e sensibilizando familiares a fazerem o mesmo podem resultar em uma grande economia.

E você sabia que uma torneira gotejando desperdiça cerca de 46 litros de água por dia? Então, trate de fechá-las bem. Mudanças simples como essas só trazem benefícios. Além de reduzirem a conta, garantem que mais pessoas tenham acesso a esse bem tão precioso. Afinal, menos de 1% de toda a água do mundo é própria para o consumo humano. Por isso, cada gota importa.

fonte: Correio Braziliense, com informações da Adasa